O SENTIDO DA ESPIRAL NO LABIRINTO DE PAISAGENS CAMBIANTES INDAGA A ALMA CRIATIVA NO ESPAÇO COLETIVO

NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM - FAU USP
aprender com a cidade, aprender na cidade
início
conheça nosso programa de trabalho:
POR UMA UNIVERSIDADE LIVRE E COLABORATIVA:


apresentação
fundamentação espiral da sensibilidade e do conhecimento

nossas ações em Perus:

*conheça outras ações
Conheça algumas experiências anteriores
(todos os caminhos abaixo abrem em uma janela nova e não retornam a este local):

Atibaia (2007-2008)
Heliópolis (2009-2010)
Brasilândia (2010)
Jardim Julieta (2010-2012)


espiral da sensibilidade e do conhecimentoa espiral
paisagem                ensino                pesquisa                arte
        espiral da sensibilidade e do conhecimento 

por um conhecimento livre e sensível, por um mundo livre e em paz


O Núcleo de Estudos da Paisagem tem como objeto fundamental nesta linha de pesquisas estudos da cidade e da cultura e é pensado na perspectiva de ações experimentais e de esforços colaborativos, transdisciplinares e criativos de trabalho (pesquisa, ação, reflexão, aprendizagem).

Às vezes imagino que na entrada das universidades há um monumento aos alunos sem nome dos ciclos básicos. Seguramente acompanhado do monumento aos professores sem nome. Estas são pessoas muito importantes, às quais não se dá importância alguma, senão quase que só numérica, no país. Esse monumento tem muita razão de ser, e é invisível, como os humanos aos quais é dedicado. É construído com ideias e afetos, com ações e experimentações. Tem uma espacialidade que se estende como uma respiração através de todos os meandros da instituição, reanimando as pessoas que estão sedentas de ar puro. Não com matéria, nem certificados, nem com registros. É criado animado por um espírito livre, como um sopro quase imperceptível, como passa imperceptível a multidão à qual se refere (dezenas de milhões!). Este monumento sem nome, deve nos lembrar uma espiral em busca da sua verdade com e diante dos outros, solidária: aprendizado.   
Euler Sandeville Jr. Paisagens Partilhadas. São Paulo: Livre Docência, FAU USP, 2011.


Ilustração de Willian Steig para Escute, Zé Ninguém! (Reich 2007)
Ilustração de Willian Steig para Escute, Zé Ninguém! (Reich 2007)








aprender com a cidade, aprender na cidade

NÚCLEO DE ESTUDOS DA PAISAGEM - FAU USP